Bens anômalos

Quando estuda-se economia, descobre-se que quanto maior o preço de um bem sobe, menor é a sua demanda, porque os consumidores preferem substituí-lo por similares ou gastar com produtos diferentes.

Entretanto, há dois bens que são a exceção à essa regra econômica (por isso são anômalos): o Bem de Giffen e o Bem de Veblen. Ambos são ligados a comportamentos – irracionais ou emocionais – das pessoas sobre os bens que alteram sua importância no âmbito econômico.

O primeiro se entende como um tipo de bem inferior que, quando aumenta-se seu preço, os consumidores compram ainda mais, em detrimento de outros produtos, por ausência de substitutos. Por exemplo, há um caso do pão na Irlanda, bem antigo, onde o preço desse bem aumentou e a demanda por ele cresceu. Curiosamente, a literatura econômica o chama de paradoxo de Giffen, pois foge ao conceito comum da economia, citado acima (aumenta-se o preço, diminui-se a demanda).

O segundo já é mais fácil de entender, pois é ligado aos bens de luxo: o preço desses bens é praticamente irrelevante para quem os compra, pois se quer status e bem-estar com eles. Nesse contexto, uma bolsa de uma marca renomada pode custar dez mil reais e passar a custar vinte mil que as pessoas podem continuar comprando, já que são bens de luxo.

Na prática, não é essencial saber da existência desses dois tipos de bens, mas é interessante reconhecê-los, já que essa percepção mais atenciosa pode provocar mudanças positivas no comportamento dos consumidores.

Se o Bem de Giffen ou o Bem de Veblen fossem percebidos como qualquer produto, a demanda em relação a eles poderia diminuir em um  eventual aumento de preço deles para haver gastos mais conscientes.

Tendo em vista seus preços serem inflados por sua demanda, com uma mudança de paradigma em seu consumo que valorizaria os preços mais acessíveis, seus fabricantes teriam que baixar seus preços ou iriam à falência.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s